O que é FIES? Inscrições, como funciona o FIES e quem pode participar

Se você quer saber mais sobre o Fundo de Financiamento Estudantil, conhecido como FIES, veio ao lugar certo. Vamos esclarecer dúvidas como, por exemplo: “o que é?”, “quem pode ser fiador do FIES?”, ”como funciona o FIES?” e “quem pode se inscrever no FIES?”. Afinal, quando você tem acesso a informação pode tomar uma decisão com mais prioridade e também ficar consciente dos seus direitos e obrigações.

O que é FIES?

Então, vamos começar falando sobre o que é FIES. O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é, na verdade, uma iniciativa do governo federal. O objetivo é auxiliar os alunos brasileiros a terem acesso ao ensino superior por meio de crédito estudantil.

Como funciona o FIES?

Se você ainda ficou com dúvidas sobre como funciona o FIES,  saiba que esse programa oferece juros baixos, ou até mesmo zero juros, além de um prazo longo para começar a pagar, já que a cobrança só inicia após a formatura do estudante. Ou seja, é uma boa possibilidade para tirar os sonhos do papel e iniciar uma graduação.

É importante dizer que para conseguir uma vaga no FIES, você precisa de uma boa nota no ENEM, afinal, esse é o principal critério. Ou seja, os cursos mais procurados são aqueles com maior taxa de concorrência no FIES também. Em medicina, por exemplo, a nota de corte pode ultrapassar os 700 pontos, porém, em outros cursos menos disputados a pontuação chega perto de 450. Mas é claro, vale lembrar que a nota de corte muda de acordo não só com o curso, mas também com a instituição, turno de estudo e local escolhidos pelo candidato na hora da inscrição.

A boa notícia é que você pode mudar a sua opção de curso quantas vezes quiser, mas é claro, só até o encerramento do processo de inscrições. E para garantir uma boa nota no ENEM pode ser interessante apostar em um preparatório. Assim, é possível aprender de forma mais direcionada e ter melhores resultados. Você também pode testar seus conhecimentos respondendo questões de exames anteriores, assim, pode ter uma prévia do que estará te esperando.

Quem pode se inscrever no FIES?

Todo o processo de inscrição vai ser exemplificado no próximo tópico e ele é gratuito, porém, antes precisamos esclarecer quem pode se inscrever no FIES. É importante que você saiba essas informações de forma antecipada, confira os requisitos:

  • Ter participado de qualquer edição do ENEM a partir de 2010;
  • Ter conquistado no mínimo 450 pontos nas provas objetivas do ENEM e não ter zerado a redação;
  • Comprovar renda familiar bruta mensal de um a cinco salários mínimos por pessoa;
  • Não estar matriculado em outra graduação que utiliza o FIES;
  • Não ter nenhuma pendência com financiamentos do programa.

Inscrições FIES

Se você ficou interessado no programa e está dentro dos requisitos exigidos, saiba que segundo o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, em 2021 haverá três edições do programa. As primeiras datas previstas para inscrições FIES são janeiro e abril, a terceira delas será no segundo semestre. Normalmente, há apenas duas edições por ano, mas, devido a pandemia, o calendário foi alterado.

Para realizar o processo de inscrição, você precisa seguir o passo a passo abaixo. Porém, é preciso lembrar que só estará disponível quando o prazo para se inscrever estiver aberto.

  1. Acesse o site oficial do programa: http://portalfies.mec.gov.br/
  2. Em seguida, clique em “minha inscrição” e você será direcionado para o site FIES Seleção;
  3. Se já tiver conta no site do Governo Federal é só preencher o login (e-mail e senha) e acessar;
  4. Caso ainda não tenha conta, clique em “crie sua conta” e depois selecione a opção “número de CPF”, preencha os campos com os seus dados. Em seguida será necessário validar seus dados e o seu cadastro por e-mail ou SMS, e também, criar uma senha;
  5. Depois de logado, é só preencher os dados e o questionário, assim como, as informações de grupo familiar;
  6. Agora chegou a hora de preencher as informações do grupo de preferência, ou seja, para qual curso você deseja fazer o financiamento (é possível escolher até três);
  7. O sistema vai te mostrar todas as opções de instituição que aceitam o financiamento para o curso escolhido por você;
  8. E para finalizar, você precisa dizer se já está realizando o curso ou não, se ainda não começou coloque 0 em número de semestres. Pronto, aqui termina o passo a passo para se inscrever no FIES!

Quem pode ser fiador do FIES?

Antes de falar necessariamente sobre quem pode ser fiador do FIES, você precisa saber que existem dois tipos de fiança, a convencional e a solidária. Sendo assim, a fiança convencional é assegurada por duas pessoas que comprovem renda igual ou superior ao dobro do valor da mensalidade do curso que foi financiado.

Já o fiador solidário é quando um grupo de 3 a 5 estudantes se reúnem para atuar como fiadores um dos outros. Dessa forma não é preciso comprovar renda, mas caso um dos estudantes deixe de pagar a mensalidade, os outros participantes terão que assumir a responsabilidade. Porém, para participar dessa modalidade de fiança é preciso que todos os participantes estejam matriculados na mesma faculdade e campus onde o curso é oferecido. E também não é possível participar parentes ou quem já faz parte de algum outro grupo de fiança solidária.

Agora que você já sabe a diferença entre essas duas formas, vamos falar sobre quem pode ser fiador do FIES, o banco não aceita como fiador:

  • Cônjuge ou companheiro(a) do estudante;
  • Estudantes que têm financiamento aberto no Programa de Crédito Educativo (PEC/Creduc);
  • Estudante que já tenha ou teve financiamento do FIES;
  • Estrangeiros (exceto cidadãos portugueses que atendam a determinados critérios legais).

E, para finalizar, para garantir o financiamento, o fiador precisa apresentar alguns documentos ao banco. São eles: documento de identificação oficial, com foto, recente; CPF; comprovante de residência e comprovante de rendimentos (exceto no caso de fiança solidária).

Deixe seu Comentário