Quem pode fazer pós em neuropsicopedagogia?

A pós em neuropsicopedagogia é muito buscada por quem quer alavancar a sua carreira e se especializar em uma área de atuação que vem crescendo muito nos últimos anos. Mas afinal, quem pode fazer esse curso?

Aqui, você vai descobrir tudo o que precisa saber sobre esse assunto, desde neuropsicopedagogia o que é, quais são as áreas de atuação, quem pode fazer e como é o curso de neuropsicopedagogia.

O que é neuropsicopedagogia?

Primeiramente, vamos te mostrar o que é neuropsicopedagogia. Sabendo do que se trata, fica muito mais fácil tomar a decisão de fazer esse curso.

Dessa forma, podemos dizer que a Neuropsicopedagogia é a ciência que busca relacionar os estudos das neurociências com os conhecimentos da psicologia cognitiva e da pedagogia. Resumindo, ela é uma ciência transdisciplinar que estuda a relação entre o funcionamento do sistema nervoso e a aprendizagem.

Para obter os resultados, essa ciência relaciona os estudos das neurociências com conhecimentos de psicologia cognitiva e da pedagogia.

Áreas de atuação para quem faz a Pós-graduação em neuropsicopedagogia

Então, agora que você já sabe o que é neuropsicopedagogia, vamos falar um pouco mais sobre essa profissão. Ela é muito procurada pois oferece algumas possibilidades ao profissional que se forma nessa área.

Para começar a tratar esse assunto é importante ressaltar que a Sociedade Brasileira de Neuropsicopedagogia (SBNPp) estabelece que ela pode ser dividida em 3 áreas de atuação: institucional, clínica e hospitalar.

E para desmembrar ainda mais esse assunto para que você escolher qual área vai seguir, vamos falar um pouco sobre cada uma dessas áreas.

Neuropsicopedagogia Institucional

Primeiramente, vamos falar sobre a área que é mais procurada por quem quer seguir nessa área de atuação: o neuropsicopedagogo institucional. Esse profissional pode atuar em instituições de ensino, sejam elas de ensino básico ou superior. Nesse sentido, podemos dizer que a Neuropsicopedagogia se trata de uma ciência que estuda o sistema nervoso focando no processo de aprendizado do aluno. Seu objetivo é levar o aluno à reintegração pessoal, social e educacional com a identificação, diagnóstico, reabilitação e prevenção das dificuldades e distúrbios da aprendizagem.

Também é importante ressaltar que esse profissional é essencial dentro de instituições de ensino pois utiliza da aplicação de testes que apontam para o mapeamento das áreas do cérebro que estão ligadas à aprendizagem, tornando esse processo mais eficiente para os alunos e diminuindo a evasão escolar.

Neuropsicopedagogia Clínica

Em segundo lugar vamos falar sobre a área clínica. O neuropsicopedagogo clínico é o profissional que pode realizar atendimentos individuais, como, por exemplo, em consultório particular ou clínicas, Centros de Referência de Atendimento Social ou em postos de saúde.

Neuropsicopedagogia Hospitalar

E, por fim, o neuropsicopedagogo hospitalar pode atuar em ambulatórios, hospitais, unidades de internação e outras instituições da saúde.

Para se tornar um Psicopedagogo, independente da área escolhida, os profissionais com formação pedagógica ou na área da saúde precisam se especializar através de uma Pós-graduação em neuropsicopedagogia. E é sobre esse assunto que vamos tratar a seguir. Então, se você quer se especializar e se tornar um psicopedagogo, confira o próximo tópico:

Quem pode fazer a pós-graduação em neuropsicopedagogia

Agora, se a sua dúvida é em relação a quem pode fazer esse curso, pode ficar tranquilo (a), pois ela vai ser sanada agora.

O curso de pós-graduação em neuropsicopedagogia é voltado para profissionais da educação e saúde, como os pedagogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, entre outros.

Então, se você tem formação nessa área, pode se inscrever nessa especialização para alavancar a sua carreira.

Pós-graduação em neuropsicopedagogia

A pós em neuropsicopedagogia ead tem o objetivo de promover a capacitação completa dos profissionais sobre os principais conceitos da área. O curso ainda possibilitará que esses profissionais atuem em contextos educacionais, mediante a obtenção de conhecimentos da psicopedagogia, neurologia, psicologia cognitiva e pedagógica, tornando-os aptos para o trabalho com as dificuldades de aprendizagem dos alunos atendidos.

É importante ressaltar que esse curso pode ser feito na modalidade EAD, que oferece diversos benefícios aos alunos que optam por ela.

Ao todo, a pós tem 450 horas de duração, e nesse tempo, o estudante vai poder se aprofundar no tema através de seis módulos. São eles:

  • Formação docente para a diversidade
  • Novos caminhos para profissionais da educação
  • Psicologia do desenvolvimento
  • Fundamentos da psicopedagogia
  • A neuropsicopedagogia e o processo de aprendizagem
  • Teoria e prática da neuropsicopedagogia.

Cada um desses módulos tem 75 horas de duração.

Como é o curso de neuropsicopedagogia a distância?

Quem escolhe a pós a distância em neuropsicopedagogia precisa saber que essa modalidade de ensino é a que mais cresceu no país nos últimos anos. O número de alunos que opta pelo EAD em busca das vantagens que ele oferece não para de crescer.

A primeira vantagem de fazer o curso a distância é que você escolher o tempo de duração da sua pós-graduação. Ela pode durar 6, 9 ou 15 meses.

Outro ponto importante que precisamos destacar é que você também pode escolher de que forma quer estudar, podendo optar ou não pelo uso de materiais impressos. Sendo assim, é preciso que você avalie de qual forma absorve melhor os conteúdos, com livros ou videoaulas. Mas para garantir o melhor conteúdo e aprendizado, nosso conselho é que você una as duas formas de estudos. Assim você consegue absorver o máximo de conteúdos possíveis e tem a possibilidade de tirar as suas dúvidas consultando o material como apoio. Além disso, o fato de você estudar com materiais impressos torna seu aprendizado muito mais profundo, pois pode grifar ou fazer anotações nas partes que forem mais importantes para você.

Outro ponto importante a ser destacado em relação ao EAD, é que nessa modalidade apenas o seu ritmo de aprendizagem é o que importa. Afinal, em sala de aula, o professor precisa fazer uma média de aprendizado de toda a turma, sendo assim, algumas pessoas sempre serão prejudicadas. Já com o curso a distância, você pode, por exemplo, acelerar a aula de um assunto que já domina, ou aprofundar os estudos de um tema que é do seu interesse ou que você tenha maior dificuldade. Dessa forma, o seu aproveitamento é ainda maior e, consequentemente, os seus resultados também serão.

Por fim, agora que você já sabe tudo sobre esse curso e o mercado de trabalho relacionado a ele, pode dar o pontapé inicial na sua pós-graduação em Neuropsicopedagogia.

E lembre-se que aqui no Blog Só Educação você sempre encontra as principais notícias sobre os cursos superiores de pós-graduação.

 

Deixe seu Comentário